Alerta Final

Visite a página no face book geziel.costa

quarta-feira, 16 de março de 2011

Comemoro o centenário, por ter orgulho em ser um Assembleiano.


O avivamento que o mundo conheceu no século XIX e XX, sobretudo na América do Norte, deu origem à Assembleia de Deus no Brasil. Assim como os discípulos foram tocados e impulsionados a pregar a palavra, os partícipes deste movimento pentecostal também.

Quando Daniel Berg e Gunnar Vingren desembarcaram em 19 de novembro de 1910 do navio Clement, no porto de Belém PA, nunca ninguém jamais imaginara, que estava surgindo as Assembleias de Deus, maior denominação pentecostal do mundo.

O que os pastores a princípio sofreram pela causa do evangelho, é digno de nosso orgulho. Estavam sujeitos à malária, feras e aos adversários na proclamação da palavra na cidade e no interior. As próprias denominações existentes se uniram para combater o crescimento da igreja.

Chegaram a publicar no Jornal de Belém “Folha do Norte”, que os pentecostais, eram perigosos. Isso só atraia mais gente, como em Los Angeles, depois que os jornais anunciaram o movimento pentecostal por lá. Não quero trazer minúcias sobre a história da AD, mas apenas uma reflexão, por isso leia a seguir, algo tirado do livro: “Histórias das Assembleias de Deus no Brasil” (Emílio Conde- CPAD).

Os primeiros pastores separados no Brasil dois anos após a fundação da igreja:

1º Absalão Piano em Fevereiro de 1913.

2º Isidoro Filho pastor nas estradas de Ferro em Bragança PA.

3º Crispiano de Melo pastor das ilhas paraense.

4º Pedro Trajano.

5º Adriano Nobre quando já se havia passado cinco anos.

O que me chama a atenção é que o Emílio escreve: “Todos estes, cuja vida foi um exemplo de consagração e abnegação à Obra de Cristo” (Pg.36).

É por eles que celebro o centenário. Por quem cravou a bandeira do evangelho em terras Brasileiras, por quem são pastores de verdade e amam as almas. Não podemos escurecer o trabalho destes desbravadores.

É por estes homens que me orgulho de ser um cristão, louvo e adoro a Deus por sua graça ter me alcançado. Somos a geração do centenário. Tudo isso sucedeu em nossa vida, para fazermos a diferença. Acima de tudo, entusiasmar as pessoas, não para estes desvios doutrinários de hoje. Mas como disse Thomas E. Trask, “De volta para a Palavra”.

Lembro-me que alguns de nossos obreiros, estavam motivados com os livros de Benny Hinn, Kenneth E. Hagin e companhia, quando cheguei. Depois de umas duas horas de conversas, estávamos com a Bíblia em atuação e os livros repudiados. Eles impulsionaram outros, e esta rede da influencia precisa continuar por ai a estimular outros, para o verdadeiro avivamento proveniente da palavra.

Creio que este é o papel da nossa geração, influenciar através dos nossos ensinos e conhecimentos. Espero que seja para isto que Deus está nos habilitando. Não adianta bater de frente a estes movimentos, como também não convém calar e consentir. Mas de uma forma inteligente, influenciar.

Vamos agradecer a Deus por estes cem anos de salvação, batismo, curas e libertação das almas. A conquista em material de conhecimento e desenvolvimento é mérito do Espírito Santo. A alegria de ser alcançado pela salvação deve ser compartilhada com outros. O centenário deve ser comemorado como uma festa de agradecimento a Deus por tudo.

Texto escrito por

Geziel silva Costa

quarta-feira, 9 de março de 2011

VERDADES SOBRE O CARNAVAL QUE ELES NÃO TE CONTARAM - Rachel Sheherazade

segunda-feira, 7 de março de 2011

ISRAEL & IGREJA

Se a igreja é o Novo Israel, e por isso devemos acreditar que as bênçãos condicionadas a Israel são válidas (como se apregoa hoje no meio “Evangélico”) vejamos:

Israel tinha promessa de sair do Egito (Literalmente). “Portanto dize aos filhos de Israel: Eu sou o SENHOR, e vos tirarei de debaixo das cargas dos egípcios, e vos livrarei da servidão, e vos resgatarei com grandes juízos” (Êx 6:6).

A igreja por acaso está no Egito literalmente? Não, o Egito para o Novo Israel representa o mundo, hum!

Israel tinha promessa de entrar em Canaã (Literalmente). “E nos trouxe a este lugar, e nos deu esta terra, terra que mana leite e mel” (Dt 26:9).

A igreja tem promessa de entrar em Canaã literalmente? Não! Diriam, Canaã representa o céu, Canaã celestial, Hum!

A Israel, o Senhor daria abundância no fruto dos animais, e no fruto da terra. “E o SENHOR te dará abundância de bens no fruto do teu ventre, e no fruto dos teus animais, e no fruto do teu solo, sobre a terra que o SENHOR jurou a teus pais te dar” (Dt 28.11). E qual a relação de animais e terra no Novo Israel? O Novo Israel tem criação de gado e plantação?

A Israel eis a promessa: O SENHOR te porá por cabeça, e não por cauda; e só estarás em cima, e não debaixo, se obedeceres aos mandamentos do SENHOR teu Deus, que hoje te ordeno, para os guardar e cumprir” (Dt 28.13).

Todos os membros do Novo Israel são cabeça? No emprego todos são gerentes, são donos de empresas? Não existe ninguém submisso? Qual a relação deste versículo com o Novo Israel?

É impressionante como a Teologia da Prosperidade, Pensamento Positivo e companhia, têm tomado conta da vida de muitos ensinadores, pregadores e pastores. Nem digo mais membro, mais a liderança se deixou levar por estas heresias e modismos.

Porque será que isto hoje sai dos nossos púlpitos, se antes pregávamos contra? Será porque deu certo no meio neopentecostal? Será pela riqueza da liderança dos neo? Pela massa manobrável dos neo? Pela multidão e sucesso ou pelo crescimento deles?

Vejo estes defensores do movimento da fé, citar textos desprovidos da hermenêutica e da exegese. Até ouvi um dos nossos pregadores da AD, Pr dizer: “Chute a ética, hermenêutica, vai embooooooooora!, deixa o Espírito Santo operaaaaaaaaaaarrrrrrrrr”!

Não consigo ficar taciturno diante de tanta incoerência doutrinária. E se não me deixam ponderar em público, por me considerarem um falta de fé. Morno, incrédulo, frio... O blog serve para isso. Não para desabafar, mas para influenciar alguém no caminho verdadeiro. Provocar um debate para um denominador comum. Arrebatar alguns das heresias.

Qual a nossa incumbência de atalaia, apologista, estudioso? Para concordar com tudo? É bom informar a vocês, que a inquisição evangélica me notificou a parar com estes tipos de textos no meu Blog. Isso veio lá de cima. Mas enquanto não me nulificam, estou escrevendo.Leiam:

"Conta o povo da idade de vinte anos para cima, como o SENHOR ordenara a Moisés e aos filhos de Israel, que saíram do Egito" (Nm 26.4).

"Que os homens, que subiram do Egito, de vinte anos para cima, não verão a terra que jurei a Abraão, a Isaque, e a Jacó! Porquanto não perseveraram em seguir-me"; (Nm 32:11).

"Mas Josué, filho de Num, e Calebe, filho de Jefoné, que eram dos homens que foram espiar a terra, ficaram com vida". (Nm 14:38).

"Não entrareis na terra, pela qual levantei a minha mão que vos faria habitar nela, salvo Calebe, filho de Jefoné, e Josué, filho de Num". (Nm 14:30).

Se eu aplicar a hermenêutica do movimento, vou interpretar este texto um pouco diferente, assim:

Todos os cristãos e líderes que vieram antes da propagação do movimento da fé, entraram em Canaã celestial.

Mas todos os crentes e líderes que defendem este movimento vão morrer no “deserto” sem ver Canaã celestial. Somente "os Josués e Calebes" que não se dobram diante do modismo, entrarão vivos em Canaã Celeste. Esta interpretação agrava ou não? (risos).

Texto escrito por mim

Ev. Geziel silva Costa

quinta-feira, 3 de março de 2011

CONFERÊNCIAS TEOLÓGICA COM O PASTOR ABRAÃO DE ALMEIDA

O pastor Abraão de Almeida estará em nossa faculdade aqui em Cuiabá, a FEICS (Faculdade Evangélica Integrada Cantares de Salomão) Falando sobre o tema:


- Teologia Contemporânea


- Escatologia – análise das profecias e acontecimentos


- A Graça – Uma exclusividade do Cristianismo


- Data: 14 a 16 de março de 2010

- Local FEICS – Grande Templo (dias 14 e 16)


- Assembléia de Deus Sede (dia 15)

Abraão de Almeida - Ministro do Evangelho, jornalista, conferencista, escritor, doutor em ensino teológico, Doutor em Divindade, Membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil.


fotografia extraída do Google