Alerta Final

Visite a página no face book geziel.costa

quinta-feira, 25 de junho de 2009

O ADEUS DE MICHAEL JACKSON (morre aos 50 anos)







O que adianta o homem ganhar o mundo inteiro e perder sua vida?
Michael Jackson, cantor, rico e famoso, escreveu sua história cheia de controvérsias.
Chegou ao topo da fama com uma história de pedofilia. Conhecido em todo mundo com as músicas nas paradas de sucesso. Um patrimônio de quase meio bilhão de dólares.

Jackson esqueceu de planejar sua vida após a sua morte.
O que é a vida? Um vapor que passa? Uma lembrança depois da morte?

O que é a vida? Uma rápida passagem por esta terra? Vale a pena crêr que não existe inferno e céu?

Tanto o céu como o inferno é uma realidade.
Os humanos, principalmente os ricos famosos e descompromissados com Deus, esquecem-se de planejar, crer na vida após a morte. Pensam que nunca irão morrer. Agem, vivem, andam como quem não pensam na eternidade.

Precisamos não apenas crer na eternidade com Deus, mas estar preparados para esta hora.

Não sabemos quando Jesus virá, nem se vamos antes nos encontrar com Ele, mas precisamos estar preparados para ambos.

A morte leva-nos a pensar na realidade da vida. Leva-nos a refletir sobre nossas limitações quanto à ela, e em nossa fragilidade.

Eclesiastes 7:2

"Melhor é ir à casa onde há luto do que ir à casa onde há banquete, porque naquela está o fim de todos os homens, e os vivos o aplicam ao seu coração".

quarta-feira, 24 de junho de 2009

PROGRAMA PALAVRA DA FÉ

video

terça-feira, 23 de junho de 2009

A eleição e o futuro de Israel




Para compreender o importante papel de Israel e seu futuro devemos conhecer Deus o pai, e as promessas feitas por ele a Israel.


A dispensação da promessa- 2090 a 875 a.C teve duração de 215 anos.
Entendendo a promessa.


1º lugar- Abraão é o tronco de Israel
2º lugar- Deus prometeu o messias através dele
3º lugar- prometeu a terra de Canaã em herança a sua família
4º lugar- prometeu se revelar através de Abraão e sua descendência Genesis 17.7-8


A história de Israel no cumprimento de: “Ora, o SENHOR disse a Abrão: Sai-te da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei. E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei e engrandecerei o teu nome; e tu serás uma bênção. E abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra”. (Gn 12:1-3).


Esta promessa se cumpriu de 3 maneiras distintas:

1º lugar em Israel que é o pai dos árabes através de Maalate (ou Basamate) e Esaú (Gn. 25:13 28:9 36:3,13).


2º lugar na posteridade natural como o pó da terra isto é em quantidade. “E farei a tua descendência como o pó da terra; de maneira que se alguém puder contar o pó da terra, também a tua descendência será contada”. (Gn 13.16 Dt 1.10).


3º lugar na posteridade espiritual como as estrelas do céu, todos os homens de fé judeus e gentios. "Portanto, é pela fé, para que seja segundo a graça, a fim de que a promessa seja firme a toda a posteridade, não somente à que é da lei, mas também à que é da fé que teve Abraão, o qual é pai de todos nós" (Rm 4.16).“Que deveras te abençoarei, e grandissimamente multiplicarei a tua descendência como as estrelas dos céus, e como a areia que está na praia do mar; e a tua descendência possuirá a porta dos seus inimigos”; (Gn 22.17).


Deus disse a Abraão:


1º te abençoarei . Abraão se tornou rico – fala do plano material, fala também do espiritual
2º te engrandecerei o nome - muda o nome - Judaísmo – Cristianismo – Islamismo
3º tu serás uma benção – abençoaria Milhões.


Deus promete a Israel: abençoarei os que te abençoares.
Amaldiçoarei os que te amaldiçoarem.
Um exemplo de maldição entendo a Inglaterra – que proibiu os judeus de entrarem no seu país, quando fugiam de Hitle, e os entregavam para serem mortos. Resultado: perdeu o império posteriormente.


O Brasil – no inicio dos anos 70 foi entrar contra Israel, perdeu seu milagre econômico, o café, a cana de açúçar e etc. O milagre econômico ficou com o Irã – Iraque, Rússia etc. Israel observa que o mundo se une contra ele .


Veja passagens bíblicas que estão se cumprindo.
A transformação da terra. “Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão”. (2 Pd 3.10)


Onde ficaremos? “E ponho as minhas palavras na tua boca, e te cubro com a sombra da minha mão; para plantar os céus, e para fundar a terra, e para dizer a Sião: Tu és o meu povo”. (Is 51.16).

"Nos montes de Israel cairás, tu e todas as tuas tropas, e os povos que estão contigo; e às aves de rapina, de toda espécie, e aos animais do campo, te darei por comida.Sobre a face do campo cairás, porque eu o falei, diz o Senhor DEUS" (Ez 39.4,5). Já cumpriu a Rússia, Egito, árabes, ficaram em guerra


A conversão em massa dos judeus será no final da grande tribulação.
Com a volta de Jesus. (MT 24.30) o vale (ZC 14.4) a pedra cortada sem mãos (Dn 2.45)
Todo Israel aceitará Jesus chorando. "Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram; e pranteá-lo-ão sobre ele, como quem pranteia pelo filho unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito". (Zc 12.10 13.1 13.6).


Todo Israel aceitará o Espírito Santo cumprindo. "E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões".(Jl 2.28) a salvação a todos. "E assim todo o Israel será salvo, como está escrito: De Sião virá o Libertador, E desviará de Jacó as impiedades".(Rm 11.26).




terça-feira, 9 de junho de 2009

Tá na hora de uma Reforma?




BOAS NOVAS

É preocupante o rumo que tem tomado as mensagens pregadas em nossos púlpitos hoje. Quando Jesus comissionou à grande comissão, ele disse: “Ide por todo mundo pregai o EVANGELHO a toda a criatura... (Grifo meu). Mas afinal o que é o evangelho?

Triunfalismo

Serão as mensagens triunfalistas que ouvimos? Você é vitorioso!Não nasceu para ser derrotado! Você é vencedor! Afinal você tinha cara mesmo de vencedor! Os hinos também são voltados para este tipo de sermão. Deus faz TUDO para você não passar na prova, tribulação, derrota, humilhação! Ele abre porta no muro, entra na baleia, entra na rocha e sai do outro lado, tudo isso para você passar em seu caminho e sair ileso do outro lado vitorioso. Como se Deus fosse nosso empregado e fizesse tudo, mas tudo que mandássemos, ordenássemos e determinássemos, até parece que o soberano somos nós. Mas afinal o que é o evangelho?

Prosperidade

Até nos dízimos estão fazendo barganhas. Devolvam os dízimos e Deus vai te enriquecer! Vai mandar um caminhão de benção materiais sobre sua vida! E tem muita gente dando os dízimos com esperanças de se tornarem um milionário. Tudo hoje está voltado para o capital. Dou dízimos porque sou fiel e amo a obra de Deus. É bem verdade que ele abre as janelas do céu para nos abençoar. Mas a nossa fidelidade a ele não está condicionada pelas bênçãos. Quer dizer se ele não abençoasse, não teríamos motivo para dizimar? Não está escrito que são benções apenas materiais, mas principalmente bênçãos espirituais. Ser rico não é pecado, mas a busca em primeiro lugar pelas riquezas é pecado. Campanhas para serem ricos também são. Mas afinal o que é o evangelho?

Milagres

Em muitos cultos não fazem mais apelos para salvação de almas, não se falam em Jesus, mas a ênfase exagerada nos milagres é demais. E muitas pessoas estão indo à igreja e nas campanhas apenas para receberem milagres, e não querem quem opera os milagres, afinal nem se fala nele não é? Como posso aceitá-lo? Creio em milagres, a Bíblia fala em milagres, mas antes de enfatizar o milagre, vem quem opera os milagres, JESUS. A multidão de João 6.27,28 queria apenas ser curada, comer do pão e do peixe, mas a Jesus mesmo nem pensar. Muitos são apenas fãs de Jesus, gostam de ver os milagres, de falar em milagres, mas não querem seguir a ele nem a sua palavra. Mas afinal o que é evangelho?

Espiritualidade exagerada

Alguns falam de um fogo exagerado. Tempestade de glória. Terremoto de poder. Quinhentos graus de fogo e poder. O que é tudo isso? Creio que seja para os ouvintes se emocionarem com tais chavões. São palavras de efeitos, para levarem a uma adoração inexistente. E quem gosta disso começa a pular. Creio na manifestação do poder através do Espírito Santo oriundo da palavra. Concordo que os irmãos manifestem em sua vida a ação do Espírito com cânticos, glória e aleluia, choro e etc. Mas não necessariamente proveniente de palavras de efeitos, chavões etc. Uma vida espiritual equilibrada é embasada na palavra de Deus. Um cristão autêntico é aquele que cultiva o fruto do Espírito. Valorizamos mais os dons que o fruto. Mas afinal o que é o evangelho?


EVANGELHO

Do grego euangelion =mensagem
EVANGELHO = Boas Novas, boas notícias. Notícias alvissareiras. A expressão surgiu com o cristianismo. Desde Justino ano 150 AD, passou a referir-se aos quatro livros do NT. Posteriormente surge a palavra evangelista (o que anuncia boas novas). (Mateus, Marcos, Lucas e João) anunciavam as novas. Quais eram essas novas? Que Cristo nasceu milagrosamente, viveu e pregou, ensinou e operou milagres com poder, morreu e ressuscitou. Estas eram as novas no mundo em que não havia o Cristianismo, mas sim a religião judaica que pregava as leis, e outras religiões dos gentios. Uma notícia desta era nova no mundo de então.


Depois disto, Jesus ordenou e disse-lhes: “Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura!” (Mc 16.15). Mas o que estão pregando por ai não é o evangelho, e sim mensagem das facilidades, prosperidade, milagres exagerados e etc. Pouco se fala em Jesus, nem em seu nascimento, nem na sua vida, morte e ressurreição por isto não é evangelho, mas mensagens egoístas, e mal elaboradas ainda, sem base bíblica, pobre, e sem conteúdo.


O pecado faz barreira entre Deus e o homem “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” (Rm 3.23 e 6.23). “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor”. As novas é que Cristo veio para salvar, não existe relato bíblico de ninguém sendo salvo se não for por Jesus. “E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos” (At 4.12).

Boas Novas para quem?

Se a maioria da população desconhece, são boas novas para quem? Se forem nova porque a mídia não divulga? São boas novas apenas para a igreja? Analise (Rm 1.16). “Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego”. ( ênfase minha).

Evangelho e Reino não são apenas benefícios e vantagens, mas este reino e este evangelho têm exigências, e requer uma mudança radical, arrependimento, a metanóia, que significa mudar de mente, transformar a maneira de pensar, e requer um esforço para viver de um modo santo.
Os irmãos da igreja primitiva andavam no caminho, falavam do caminho e viviam tanto no caminho que foram chamados “os do caminho”. Hoje está na moda ser evangélico, antes éramos protestantes.

Evangelho, as boas novas

Cristo trouxe uma mensagem nova e diferente dos filósofos e religiosos. Evangelho é a revelação de Deus em Cristo (Deus manifesto). “HAVENDO Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho (Hb1.1). Deus falou através do tabernáculo, falou no Sinai, através dos profetas, e por último se manifestou.

"De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que {houve} também em Cristo Jesus.Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus.Mas aniquilou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens;E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até a morte, e morte de cruz.Pelo que também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra,E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai.(Fl 2.5-11).

A igreja é a hermenêutica do evangelho, o lugar onde as pessoas podem ver o evangelho em cores vivas. “Porque {já} é manifesto que vós sois a carta de Cristo, ministrada por nós, e escrita, não com tinta, mas, com o Espírito de Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração” (2Co 3.3).

O evangelho é confiável? Faz efeito na sociedade? Só uma congregação que vive e crê nessa fé, pode convencer a sociedade. “Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio duma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo” (Fl 2.15). A igreja com o evangelho na vida é a resposta ao mundo.

A evangelização

Em Mateus 18.18-20 “E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra. Portanto ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-as a guardar todas as {coisas} que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém”.

Evangelização (Gr. Poreuthentes), não é imperativo, significa literalmente TENDO IDO. Jesus tomou por certo que os discípulos irão por: Vocação – lazer – perseguição. O único imperativo é fazer discípulos e inclui batizá-los e ensiná-los continuamente.
Em João 20.21, ele disse: “Assim como o Pai me enviou, eu vos envio a vós”. Mas não teriam de ir com as próprias mãos ou com sua força, precisavam ficar em Jerusalém, para o Espírito fazer um trabalho de convicção e convencimento, leia o lindo texto te João 17.


Na carta de Paulo (2Co 5.18-20), Paulo mostra o quadro de a igreja compreender a si mesma e a sua missão. Precisamos compreender que Deus nos reconcilia através de Jesus, e nos deu o ministério da reconciliação. Deus deseja ver o caráter dele em nós, nossa missão é compartilhar com o mundo moribundo.

Em efésio Paulo mostra uma nova comunidade. Sem interesses primários, o único grande propósito é a continuação da missão reconciliadora de Cristo. “Descobrindo-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito, que propusera em si mesmo, De tornar a congregar em Cristo todas {as coisas}, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que {estão} nos céus como as que {estão} na terra”; (Ef 1.9,10).

Somos vocacionados e revestidos pelo poder do alto, para sermos cooperadores de Cristo na missão evangelizadora. “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra” (At 1.8).

Texto escrito por:
Geziel Silva costa

sexta-feira, 5 de junho de 2009

O MATERIALISMO E O ATEÍSMO



O materialismo e o ateísmo rejeitam toda a forma de fé e devoção religiosa, admitindo somente os fatos e influencia derivados da vida presente. Negam as influências espirituais na humanidade e reduz as circunstâncias do dia-a-dia ao esforço humano.


A causa primária materialista e ateísta

1-Introdução do pecado no mundo. O pecado afetou espírito, alma, corpo e o habitat do homem.

2-Educação. Nem sempre sadia, tende a levar os alunos ao materialismo e ateísmo com a teoria da evolução.

3- Riquezas avarentas. Aparenta oferecer tudo que o ser humano precisa. “Porque nada trouxemos para este mundo, e manifesto é que nada podemos levar dele. Tendo, porém, sustento, e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contente”. (1Tm 6.7-8).

4-hedonismo. Tudo é o prazer de gozar a vida.

5-Meios de comunicação. Estes trazem a apostasia e o endeusamento do homem, que se torna o centro de tudo.

Os ateus questionam: Se Deus existe, é o criador de todas as coisas, é perfeito, justo e bom, como explicar o sofrimento e o mal? Parece um problema que os perturbam. A filosofia não é unânime quanto à origem e propósito do sofrimento. É um problema que o saber especulativo não consegue resolver. Para Aristóteles era útil. Para os epicureus e estóicos, uma afronta à dignidade do homem.

Alguns filósofos como Epícuros e Zenão de Atenas tentaram trazer solução para a problemática supondo que: Deus deseja resolver o mal e o sofrimento, mas não pode, não é onipotente. Ou pode mais não quer resolver o mal e o sofrimento, portanto não é Bom. Ou Ele nem pode nem quer resolver.

Para os Cristãos

O mal não é um problema, mas solução, pois conduz-nos, a experimentar todo o bem que Deus reservou. O sofrimento é uma possibilidade de dizer a Deus que o amamos não pelo que nos deu, mas pelo que representa em nossa vida. Na condição de filhos, Deus nos concede todas as bênçãos espirituais que necessitamos.

“O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus” (Fl 4.19).

“Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo”; (Ef 1.3).

Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” (Mt 6.33).

Hoje o conceito de benção mudou, a pregação perdeu seu objetivo principal.
Felicidade é sinônimo de aquisição de poder, status e riquezas. Mas o maior tesouro que o homem pode ter é a salvação da alma. “Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma”? (Mt 16.26).

Jesus repreendendo o materialismo das pessoas

Jesus repreendeu a multidão que o seguia, não porque cria, mas por causa das bênçãos materiais. “E, achando-o no outro lado do mar, disseram-lhe: Rabi, quando chegaste aqui? Jesus respondeu-lhes, e disse: Na verdade, na verdade vos digo que me buscais, não pelos sinais que vistes, mas porque comestes do pão e vos saciastes” (Jo 6.25,26).

Maria escolheu a melhor parte, Marta escolheu trabalhar, Maria escolheu Jesus, até hoje ele quer ser valorizado por você.

Para o jovem rico, Jesus mandou vender tudo, para Zaqueu não mandou vender nada, ele se dispôs. Deus procura um coração disposto a por Ele em primeiro lugar.

Geziel Silva Costa