Alerta Final

Visite a página no face book geziel.costa

terça-feira, 9 de junho de 2009

Tá na hora de uma Reforma?




BOAS NOVAS

É preocupante o rumo que tem tomado as mensagens pregadas em nossos púlpitos hoje. Quando Jesus comissionou à grande comissão, ele disse: “Ide por todo mundo pregai o EVANGELHO a toda a criatura... (Grifo meu). Mas afinal o que é o evangelho?

Triunfalismo

Serão as mensagens triunfalistas que ouvimos? Você é vitorioso!Não nasceu para ser derrotado! Você é vencedor! Afinal você tinha cara mesmo de vencedor! Os hinos também são voltados para este tipo de sermão. Deus faz TUDO para você não passar na prova, tribulação, derrota, humilhação! Ele abre porta no muro, entra na baleia, entra na rocha e sai do outro lado, tudo isso para você passar em seu caminho e sair ileso do outro lado vitorioso. Como se Deus fosse nosso empregado e fizesse tudo, mas tudo que mandássemos, ordenássemos e determinássemos, até parece que o soberano somos nós. Mas afinal o que é o evangelho?

Prosperidade

Até nos dízimos estão fazendo barganhas. Devolvam os dízimos e Deus vai te enriquecer! Vai mandar um caminhão de benção materiais sobre sua vida! E tem muita gente dando os dízimos com esperanças de se tornarem um milionário. Tudo hoje está voltado para o capital. Dou dízimos porque sou fiel e amo a obra de Deus. É bem verdade que ele abre as janelas do céu para nos abençoar. Mas a nossa fidelidade a ele não está condicionada pelas bênçãos. Quer dizer se ele não abençoasse, não teríamos motivo para dizimar? Não está escrito que são benções apenas materiais, mas principalmente bênçãos espirituais. Ser rico não é pecado, mas a busca em primeiro lugar pelas riquezas é pecado. Campanhas para serem ricos também são. Mas afinal o que é o evangelho?

Milagres

Em muitos cultos não fazem mais apelos para salvação de almas, não se falam em Jesus, mas a ênfase exagerada nos milagres é demais. E muitas pessoas estão indo à igreja e nas campanhas apenas para receberem milagres, e não querem quem opera os milagres, afinal nem se fala nele não é? Como posso aceitá-lo? Creio em milagres, a Bíblia fala em milagres, mas antes de enfatizar o milagre, vem quem opera os milagres, JESUS. A multidão de João 6.27,28 queria apenas ser curada, comer do pão e do peixe, mas a Jesus mesmo nem pensar. Muitos são apenas fãs de Jesus, gostam de ver os milagres, de falar em milagres, mas não querem seguir a ele nem a sua palavra. Mas afinal o que é evangelho?

Espiritualidade exagerada

Alguns falam de um fogo exagerado. Tempestade de glória. Terremoto de poder. Quinhentos graus de fogo e poder. O que é tudo isso? Creio que seja para os ouvintes se emocionarem com tais chavões. São palavras de efeitos, para levarem a uma adoração inexistente. E quem gosta disso começa a pular. Creio na manifestação do poder através do Espírito Santo oriundo da palavra. Concordo que os irmãos manifestem em sua vida a ação do Espírito com cânticos, glória e aleluia, choro e etc. Mas não necessariamente proveniente de palavras de efeitos, chavões etc. Uma vida espiritual equilibrada é embasada na palavra de Deus. Um cristão autêntico é aquele que cultiva o fruto do Espírito. Valorizamos mais os dons que o fruto. Mas afinal o que é o evangelho?


EVANGELHO

Do grego euangelion =mensagem
EVANGELHO = Boas Novas, boas notícias. Notícias alvissareiras. A expressão surgiu com o cristianismo. Desde Justino ano 150 AD, passou a referir-se aos quatro livros do NT. Posteriormente surge a palavra evangelista (o que anuncia boas novas). (Mateus, Marcos, Lucas e João) anunciavam as novas. Quais eram essas novas? Que Cristo nasceu milagrosamente, viveu e pregou, ensinou e operou milagres com poder, morreu e ressuscitou. Estas eram as novas no mundo em que não havia o Cristianismo, mas sim a religião judaica que pregava as leis, e outras religiões dos gentios. Uma notícia desta era nova no mundo de então.


Depois disto, Jesus ordenou e disse-lhes: “Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura!” (Mc 16.15). Mas o que estão pregando por ai não é o evangelho, e sim mensagem das facilidades, prosperidade, milagres exagerados e etc. Pouco se fala em Jesus, nem em seu nascimento, nem na sua vida, morte e ressurreição por isto não é evangelho, mas mensagens egoístas, e mal elaboradas ainda, sem base bíblica, pobre, e sem conteúdo.


O pecado faz barreira entre Deus e o homem “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” (Rm 3.23 e 6.23). “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor”. As novas é que Cristo veio para salvar, não existe relato bíblico de ninguém sendo salvo se não for por Jesus. “E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos” (At 4.12).

Boas Novas para quem?

Se a maioria da população desconhece, são boas novas para quem? Se forem nova porque a mídia não divulga? São boas novas apenas para a igreja? Analise (Rm 1.16). “Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego”. ( ênfase minha).

Evangelho e Reino não são apenas benefícios e vantagens, mas este reino e este evangelho têm exigências, e requer uma mudança radical, arrependimento, a metanóia, que significa mudar de mente, transformar a maneira de pensar, e requer um esforço para viver de um modo santo.
Os irmãos da igreja primitiva andavam no caminho, falavam do caminho e viviam tanto no caminho que foram chamados “os do caminho”. Hoje está na moda ser evangélico, antes éramos protestantes.

Evangelho, as boas novas

Cristo trouxe uma mensagem nova e diferente dos filósofos e religiosos. Evangelho é a revelação de Deus em Cristo (Deus manifesto). “HAVENDO Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho (Hb1.1). Deus falou através do tabernáculo, falou no Sinai, através dos profetas, e por último se manifestou.

"De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que {houve} também em Cristo Jesus.Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus.Mas aniquilou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens;E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até a morte, e morte de cruz.Pelo que também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra,E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai.(Fl 2.5-11).

A igreja é a hermenêutica do evangelho, o lugar onde as pessoas podem ver o evangelho em cores vivas. “Porque {já} é manifesto que vós sois a carta de Cristo, ministrada por nós, e escrita, não com tinta, mas, com o Espírito de Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração” (2Co 3.3).

O evangelho é confiável? Faz efeito na sociedade? Só uma congregação que vive e crê nessa fé, pode convencer a sociedade. “Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio duma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo” (Fl 2.15). A igreja com o evangelho na vida é a resposta ao mundo.

A evangelização

Em Mateus 18.18-20 “E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra. Portanto ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-as a guardar todas as {coisas} que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém”.

Evangelização (Gr. Poreuthentes), não é imperativo, significa literalmente TENDO IDO. Jesus tomou por certo que os discípulos irão por: Vocação – lazer – perseguição. O único imperativo é fazer discípulos e inclui batizá-los e ensiná-los continuamente.
Em João 20.21, ele disse: “Assim como o Pai me enviou, eu vos envio a vós”. Mas não teriam de ir com as próprias mãos ou com sua força, precisavam ficar em Jerusalém, para o Espírito fazer um trabalho de convicção e convencimento, leia o lindo texto te João 17.


Na carta de Paulo (2Co 5.18-20), Paulo mostra o quadro de a igreja compreender a si mesma e a sua missão. Precisamos compreender que Deus nos reconcilia através de Jesus, e nos deu o ministério da reconciliação. Deus deseja ver o caráter dele em nós, nossa missão é compartilhar com o mundo moribundo.

Em efésio Paulo mostra uma nova comunidade. Sem interesses primários, o único grande propósito é a continuação da missão reconciliadora de Cristo. “Descobrindo-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito, que propusera em si mesmo, De tornar a congregar em Cristo todas {as coisas}, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que {estão} nos céus como as que {estão} na terra”; (Ef 1.9,10).

Somos vocacionados e revestidos pelo poder do alto, para sermos cooperadores de Cristo na missão evangelizadora. “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra” (At 1.8).

Texto escrito por:
Geziel Silva costa

2 comentários:

Anônimo disse...

O perdão é um dos sentimentos, mais lindos e importantes
em nossa vida, enriquece a alma e alivia o coração
é um dos principais caminhos para nossa felicidade
por isso não guarde mágoas dentro de voce.
.
Cubra suas mágoas com várias camadas de amor, quando alguém
te ferir e voce sentir raiva, peça luz em oração para esta pessoa.
.
Deus certamente lhe dará toda força de que necessitas
para perdoar por mais difícil que possa parecer.
.
Uma Semana Repleta de Bençãos Para Você.

Smack!

Edimar Suely
jesusminharocha.blig.ig.com.br

Geziel Silva Costa disse...

Edimar

Boas suas palavras, obrigado pela visita ao blog.

Abraços
Geziel