quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Jesus o Grande EU SOU



Por Valdeci do Carmo


Quando Jesus disse aos seus discípulo: "Antes que Abraão existisse, eu sou". Os legalistas, amantes da lei pegaram em pedras para lhe apedrejarem, porque eles entendiam perfeitamente que esta expressão "Eu Sou" estava identificando Jesus com O Pai celestial. A mesma expressão usada em Êx. 3.14. Esse título revela auto-existência. Uma identificação plena de Jesus com o eterno pai, em outras palavras, era o mesmo que afirmar auto -suficiência, imutabilidade, eternidade.

Em outra passagem (Jo 6.35) Jesus afirma ser o pão da vida. Este alimento é mencionado mais de 360 vezes na Palavra Sagrada, e refere-se ao símbolo de alimentação. Mas o que Jesus tinha em mente é mostrar que o pão comido no deserto serviu para saciar a fome temporária, pois todos morreram, enquanto que Jesus sacia a fome espiritual de cada ser humano e uma vez saciada conduzirá a vida eterna.

"Eu sou a Luz do mundo"(Jo 9.5) Sem a luz não haveria a possibilidade da existência da vida na forma como conhecemos. A luz é essencialmente vital a todos os tipos de vida. Isso nos mostra que Jesus é a luz e sem Ele não existe vida espiritual, pois sem a luz de Cristo brilhando em nossos corações ainda continuaríamos em trevas espirituais. A vinda de Cristo à terra foi anunciada como uma grande luz que raiou em trevas.(Mt 4.16; Is 9.1,2; 42.7). Da mesma forma a Igreja através de Cristo é a luz que reflete as verdades celestiais nesta terra. A igreja como organismo tem de refletir através de seus membros a luz divina em todos os aspectos de nossa existência terrena. Que tipo de luz estamos sendo? Ou nossa luz já perdeu o brilho de influenciar para o bem a muito tempo? vamos refletir sobre o que eu estou conseguindo transmitir aos que estão à minha volta no dia a dia. Será que eu estou separado do sistema mundano para que Cristo brilhe em minha vida a ponto de causar um desejo de mudança na vida de muitos que andam em trevas espirituais?

Eu Sou a porta das ovelhas (Jo 10.7) Não existem várias portas, só há uma porta. Ele é a porta para os que precisam entrar no aprisco do Senhor, Ele é a porta para a ovelha que se desgarrou e hoje sofrida vive em trevas espirituais. Nenhum líder religioso, seja do passado, presente ou no futuro poderá ser a porta para os que desejam entrar. Há muitos que se portam como se fossem a própria porta que conduz ao céu, e ficam criando caminhos diferentes para se entrar pela porta que eles também criaram. Cristo é a porta viva que nos conduz à vida eterna. Não existe outra porta.

Eu sou a Videira verdadeira (Jo 15.1). Na simbologia bíblica Israel é representada constantemente como oliveira, figueira e videira. Assim como a videira tem os seus ramos, Jesus também tem os seus que são não somente os judeus, mas todo aquele que crê em Jesus como salvador, todo aquele que vive em comunhão com o Senhor está ligado nele. Jesus estava dizendo, olha não adianta vocês serem o povo da promessa, o povo escolhido para receber a Lei, se não estiverem ligados em mim, jamais terão vida eterna. Assim é até o momento presente, não adianta ter credenciais elevadas, e possuir filiação a renomadas convenções ou ser membro de uma importante igreja. Se não estivermos ligados em Jesus nada mais tem importância.

"Eu sou o Alfa e o Ômega" (Ap. 1.6) Essas são a primeira e a última letra do alfabeto grego, e denotam um sentido de continuidade entre os judeus. Aplicado a Jesus esse princípio fica bem explícito que Jesus estava falando de Sua divindade. Ele é o princípio e o fim da criação. O princípio e o fim da história. Cristo é o princípio e o fim da igreja e da raça humana. Cristo é o centro de toda a Bíblia Sagrada. Jesus é o Senhor não tenhamos dúvida disse e tudo o que existe é por causa dele.

Para os que estavam sem esperança Jesus sempre teve uma palavra de consolo. Os que não tinham um caminho para seguir Ele disse "Eu Sou o caminho", para quem buscava a verdade Ele pode dizer que é a Verdade. A Bíblia nos diz que Ele é o mesmo hoje e eternamente e continua tendo uma palavra para o coração cansado. ELE É O GRANDE EU SOU e sem ele não podemos ter vida em nós mesmos.

Um comentário:

Gleison Elias Pereira disse...

inalinA Paz do Senhor Jesus Cristo!

Recebi recentemente com alegria o selo ‘Olha que Blog Maneiro’. E como uma das regras após recebê-lo, eu teria que indicar outros 10 blogs da minha preferência para que fossem agraciados com o mesmo selo. Daí, estou passando para dizer que indiquei o seu blog para receber este mesmo selo.
Assim, caso você queira, o selo e as regras estão no meu blog.
Que o Senhor Jesus continue te abençoando!
Um abraço.