Alerta Final

Visite a página no face book geziel.costa

terça-feira, 12 de julho de 2011

A mensagem central da Bíblia

O tema principal da Bíblia é sem dúvidas Jesus Cristo. De Gênesis a apocalipse, ele aparece, seja em figuras, tipologia e símbolos.

Os profetas ocuparam uma parcela enorme de seu ministério falando sobre seu plano, sua vontade e propósitos. O profeta Isaías, conhecido como o profeta messiânico, fala detalhes da sua vida e morte.

Abraão pela ocasião de sacrificar seu filho Isaque, quando ofereceu o cordeiro no lugar de seu filho, compreendeu o plano de salvação. Estava claro, assim como Isaque foi salvo pelo cordeiro, Cristo o cordeiro que tira o pecado do mundo, nos salva do pecado e da morte.

No Pentateuco, a figura do animal no altar de holocausto como oferta pelo pecado, era símbolo de Cristo na cruz do calvário. No livro de Josué a figura de Cristo aparece no fio de escarlate que Raabe colocou em sua Janela, e por ele foi salva da destruição e morte. No livro de Samuel, Davi é o tipo de Cristo como rei. Vemos isto quando analisamos a unção e o sacrifício de Davi.

Temos Cristo representado em Salomão, que veio construindo seu reino em paz e prosperidade, assim como Cristo virá para reinar no milênio, um reino próspero e mil anos de paz. Em Esdras e Neemias, a figura de Cristo está em Zorobabel e Josué. Eles restauraram Israel. Assim também Cristo é o restaurador espiritual e nacional de Israel. Vemos a ação de Cristo no livro de Ester, o seu povo foi salvo da morte pelos inimigos. Durante a grande tribulação, Israel estará cercado pelos inimigos, e Cristo descerá no monte das Oliveiras, e dará o livramento ao seu povo, como profetizou Zacarias.

Os sofrimentos de Jó retratam os sofrimentos de Cristo, justo e fiel. O livro de Salmos revelam aspectos da pessoa do Messias como homem, Deus, Justo, Santo, Profeta, Juiz, Rei etc. O livro de provérbios mostra a sabedoria. Paulo lembra-nos que Cristo é a sabedoria de Deus, quando escreveu aos colossenses. Em Eclesiastes e Cantares, Cristo está notório como o único pastor e esposo amante da sua noiva. Em Jeremias e Lamentações Cristo está como justiça nossa e vemos o seu lamento pelas nações. No Novo Testamento, Cristo aparece como prioridade na vida da humanidade.

O único mediador entre Deus e os homens, a porta, o caminho que conduz a salvação, o perdão e a libertação. Lucas o apresenta como homem perfeito, porque os gregos buscavam a perfeição. As roupas de linho branco que os filósofos usavam, era símbolo de pureza. Marcos o mostra como o servo fiel, porque os romanos dominavam o mundo, e buscavam sujeição. A proposta de Marcos era que Cristo era o servo fiel, mas para servir-nos com graça e amor. Aos judeus, que precisavam de um rei, Mateus o aponta como o rei verdadeiro, mostrando o desejo de ele reinar em nossos corações.

João escreve para a igreja mostrando que de fato Jesus é Deus. A partir do primeiro capítulo João o descreve em termo de igualdade na divindade. O próprio Jesus falando da sua divindade disse: “Quem me vê a mim vê o pai, pois eu e o pai somos um”. Jesus como o tema central da Bíblia, ensina-nos sobre as nossas prioridades na vida, primeiro o reino de Deus e a sua justiça, as demais coisas são acrescentadas. Jesus ensinando disse: “Quem me ama, guardará a minha Palavra e meu pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada”. Assim devemos dizer como disse Paulo: “vivo não mais eu, mas Cristo vive em mim”.

Ele queria dizer que Cristo era o centro de sua vida, e fazia a vontade dele, porque ele sabe o que é melhor para os seu. Vemos que ele também se torna o centro de nosso viver. Jesus é tão central na Bíblia e em nossa vida, que estava no meio, entre dois ladrões. Jesus é tão central em tudo, que dividiu a história no meio: Antes e Depois de Cisto.

No caminho de Emaús, estava entre dois discípulos e foi o tema central da conversa. Jesus é o centro, veja: “Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, ali estou eu no meio deles”. Essa verdade se cumpriu também quando os discípulos estavam reunidos depois da morte dele e ele apareceu e disse: “Paz seja convosco”. Se precisarmos de paz, amor, perdão e salvação, Jesus tem para todos.

Geziel Silva Costa

2 comentários:

Orlando disse...

É isso ai Gesiel, passei para deixar um abraço. Cristologia apologética neles!

Amém!
Orlando

Geziel Silva Costa disse...

Olá Orlando!

É sempre bom te ver por aqui, e ainda mais contribuindo com o blog. Éis bem vindo.

Abraços
Geziel