Alerta Final

Visite a página no face book geziel.costa

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

CONSEGUIRÍAMOS VIVER APENAS COM A SALVAÇÂO?





O que aconteceria, se Deus nos proporcionasse apenas a salvação?


Ouvimos sempre alguém, dizendo: "Deus é muito bom, tem me abençoado... Estou feliz com Deus, ele respondeu minhas orações... Seja fiel nos dízimos e ofertas alçadas, que Deus vai te abençoar poderosamente... Fiz um propósito com Deus de contribuir com construção, com a obra, com missões... o resultado foi grande, muita bênção".


Se Deus resolvesse apenas no salvar e nada além disso, seria ele alguém ruim? Injusto? Infiel por isso? Apenas a salvação é tudo em nossa vida. As demais coisas são consequência da salvação. Será se alguém se animaria em dizimar se Deus tivesse decretado não abençoar os dizimistas? E se contribuíssemos com missões, construção, ofertas, dízimos sem nada em troca? Apenas pelo amor sem acréscimos no salário, na saúde, no espiritual?


Apenas para relembrar. A obra de Deus não é banco, nem bolsas de valores para fazermos investimentos, como: " Você dá mil reais (1000,00) para a obra, pra missão, ou pra construção Deus te dá dez mil (10,000,00). Se Você der dez mil reais (10,000,00) ele te dá cem mil reais em troca (100,000,00). Se fosse assim seria um ótimo negócio, um ótimo investimento, uma boa maneira de enriquecer.


Mas não é assim, Deus abençoa espontaneamente quem ele quer. Aliás é uma característica do caráter de Deus nos abençoar, ele gosta de abençoar. Lembrando que está escrito que os pobres sempre tendes convosco. Sempre teremos pobres na igreja, nem todos serão enriquecidos com riquezas materiais. Mas as bênçãos de Deus não estão condicionada às riquezas materiais, alguém pode ser rico espiritualmente, sendo pobres materialmente. Outros podem ser ricos materialmente, enquanto é pobre espiritualmente.


Mas e se Deus resolvesse nos conceder apenas a salvação e nada mais? Já não estava bom? Ou ótimo, excelente? Ele não permitiu Moisés entrar na terra TÃO prometida. Foi ruim por isso? Infiel às promessas? Deixou Paulo morrer com o espinho na carne, não curou-o, onde está sua promessa? Na graça. A graça e Deus nos basta.


Aos olhos humanos, já é muito conceder liberdade ao malfeitor culpado confesso. E ainda mais limpar a ficha desse malfeitor sem ele merecer. E quando esse malfeitor está indo embora, como se não bastasse, dão à ele, roupas novas, dinheiro para a viagem, calçados, remédios e todos os apetrechos que ele precisar, sem ele merecer, pois, merecia pelos seus atos somente a cadeia. Isso é graça.


Assim Jesus agiu, tirando-nos da cadeia, nos dando liberdade, e como se não bastasse, nos abençoa, nos consola, conforta, providencia, abre portas, cura, fala ao coração, carrega nos braços... É muita graça meu irmão, é favor imerecido, nada disto merecíamos, mas ele faz por graça. Deveríamos ser gratos a ele, mesmo sem ter toda essa graça. Se ele não curasse, graças a ele, se não abençoasse, era digno de adoração, louvor do mesmo modo. A ele glória, honra e louvor.


Abraços

Geziel

2 comentários:

Pr Davi Buriti disse...

Olá Gesiel, seu blog é muito bom! Que deus continue lhe abençoando;
no meu blog respondo uma pergunta feita por vc, visite e veja:
http://ipfb.blogspot.com/2008/09/uno-das-galinhas.html
Abraço!!!

Geziel Silva Costa disse...

A paz pr Davi
obrigado pela visita