Alerta Final

Visite a página no face book geziel.costa

sábado, 23 de maio de 2009

Ministro na marcha da Maconha





RIO - Mais de mil pessoas, entre elas o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, participaram da chamada Marcha da Maconha, uma manifestação que aconteceu em Ipanema, no Rio de Janeiro, e em outras 250 cidades do mundo para pedir a legalização do uso da erva.



A manifestação mais intensa no Brasil aconteceu no Rio de Janeiro, onde cerca de 1.200 pessoas se reuniram a favor da descriminalização do uso da maconha e marcharam pela praia de Ipanema de forma pacífica.




Também foi grande a manifestação em Porto Alegre, onde cerca de 500 pessoas se reuniram com o mesmo objetivo, assim como em Brasília, Belo Horizonte e Juiz de Fora.



Em todos os casos, os manifestantes repudiaram a decisão de tribunais regionais, que proibiram a marcha em várias cidades do país por considerá-la apologia ao uso de drogas ilícitas.

Texto extraído

http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,carlos-minc-participa-da-marcha-da-maconha-no-rio,368228,0.htm

O que acontecerá, se todas as manifestações da população resultarem marcha,para a satisfação do seu egoismo? Logo estaremos vendo a marcha para a liberação da criminalidade,pedofilia,prostituição etc etc etc. "Isto é uma vergonha".

Geziel Silva Costa

2 comentários:

Anônimo disse...

irmão creio que coisas melhores p/fazer na seara do Senhor do que ficar vigiando a agenda politica de nossos governates;ler a palavra,fazer orações e visita os irmãos é mais edificante que Deus nos abençoe!!!.

Geziel Silva Costa disse...

Anônimo,

A política é pública, os afazeres dos nossos governantes devem ser transparentes. É nosso direito e dever como cidadão,acompanhar os passos e desenvolvimento do país.

Calar-se diante da aprovação de leis como a "tal" homofobia, legalização do aborto,e agora esse impasse da maconha, é consentir com o pecado. Quem cala consente. Se não clamarmos as próprias pedras clamarão.

Abraços